Minas Gerais investe mais de R$ 2,3 bilhões para melhorar suas estradas e anuncia projeto do Rodoanel

O governo de Minas Gerais está investindo mais de R$ 2,3 bilhões para reverter a situação precária das estradas no estado.

Por meio do programa Provias, mais de 2,3 mil quilômetros de rodovias estão em processo de recuperação e pavimentação.

Esses investimentos visam melhorar a malha viária que se encontrava em condições ruins devido ao baixo investimento realizado por gestões anteriores.

Os recursos para o Provias provêm de diferentes fontes.

Cerca de R$ 1,4 bilhão é proveniente do Acordo Judicial assinado para reparar os danos causados pelo desastre de Brumadinho em 2019, que resultou em perda de vidas e impactos sociais, ambientais e econômicos significativos na região do Rio Paraopeba e em todo o estado de Minas Gerais.

Outros R$ 120 milhões têm origem no Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o governo e a Fundação Renova.

O restante dos recursos vem de convênios, emendas parlamentares e parcerias com empresas e prefeituras.

Além dos investimentos nas rodovias estaduais, o governo assinou um contrato com a empresa italiana INC S.p.A para a concessão do Rodoanel da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Esse projeto terá 100 quilômetros de extensão e passará por 11 cidades da região.

O Estado investirá R$ 3,07 bilhões na implementação do Rodoanel, que será a maior Parceria Público-Privada (PPP) da história de Minas Gerais.

A concessionária será responsável por investir cerca de R$ 2 bilhões na construção, operação e manutenção do Rodoanel pelos próximos 30 anos.

O projeto visa diluir o tráfego na Região Metropolitana de Belo Horizonte, reduzir o tempo de viagem e diminuir o fluxo de caminhões na área urbana da capital, além de proporcionar maior segurança nas estradas.

Deixe um comentário