Greve no Metrô de BH chega ao fim após mais de 40 dias

583
Foto: Divulgação/CBTU
Publicidade

A greve no metrô de Belo Horizonte chegou ao fim nesta segunda-feira, dia 02 de maio de 2022. Foram mais de 40 dias de paralisação, a greve mais longa da história e cerca de 70 mil passageiros prejudicados por dia.

A decisão de encerrar a greve foi tomada no sábado, dia 30 de abril de 2022, em assembleia dos empregados da CBTU-BH.

Segundo o sindicato dos metroviários, a discussão “não foi fácil”, mas a assembleia decidiu suspender o movimento para ser “solidários com a população trabalhadora”.

“Nós não concordamos com a chantagem dos empresários de ônibus, que querem fazer a população sofrer. Nós achamos que o transporte é público. Por isso todas as estações estarão abertas para atender a população e para não fazer a população de refém como os empresários fazem”, disse o diretor de comunicação da entidade, Pablo Henrique.

O Metrô-BH começou a funcionar normalmente das 5h15 até às 23h.

A categoria lutava pela garantia dos mais de 1,5 mil empregos após a desestatização da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em Minas Gerais.

O Ministério da Economia já informou que, uma vez que o metrô estiver sob a gestão do concessionário, os empregados terão direito a 12 meses de estabilidade.

Mobilidade BH

Siga o Mobilidade BH no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana de Belo Horizonte e Região Metropolitana.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui