CPI Ônibus sem Qualidade: investigação sobre a má qualidade dos serviços das viações Torres e Transoeste em BH

184
Publicidade

A abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi aprovada pela Câmara de Belo Horizonte com o objetivo de investigar as Viações Torres e Transoeste, empresas responsáveis pelo transporte coletivo po ônibus na cidade.

A CPI vai apurar as inúmeras reclamações e denúncias sobre o descumprimento das obrigações contratuais e a má qualidade dos serviços prestados pelas empresas.

Além disso, a suposta falta de fiscalização por parte da Prefeitura de Belo Horizonte em relação ao cumprimento do contrato e à garantia de parâmetros mínimos de qualidade no transporte público também será investigada.

Os membros da comissão terão um prazo de 120 dias, prorrogáveis por mais 60 dias, para concluir as investigações e emitir um relatório final com recomendações aos órgãos competentes.

A CPI foi motivada pelo grande número de reclamações dos usuários e pelo descumprimento das cláusulas contratuais por parte das empresas de transporte.

Mobilidade BH

Siga o Mobilidade BH no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana de Belo Horizonte e Região Metropolitana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui