Ministro Renan Filho vistoria obras na BR-381 e autoriza serviços de manutenção na BR-116

97
trecho
Foto: Márcio Ferreira
Publicidade

Cumprindo intensa agenda em Minas Gerais, o ministro dos Transportes, Renan Filho, vistoriou na tarde desta segunda-feira (8) as obras de manutenção da BR-381, em Timóteo, onde o Governo Federal tem planos de executar a duplicação de 31,4 quilômetros do trecho que vai da capital Belo Horizonte a Caeté, na Região Metropolitana, como anunciado em fevereiro. Depois, o ministro seguiu para Ipatinga, onde assinou ordem de serviço que permite o início dos serviços de manutenção na BR-116. As agendas deram prosseguimento a missão de dois dias de Renan Filho em território mineiro, iniciada com a inauguração do Trevão de Monte Alegre de Minas.

Os planos de melhorias para a BR-381 incluem a nova proposta do plano de outorga para realização de leilão da rodovia federal, a qual segue em análise no Tribunal de Contas da União (TCU). A intenção do Ministério dos Transportes é realizar o certame para entrega da concessão ainda este ano.

“A expectativa é que nos primeiros meses do segundo semestre a gente leve a leilão a BR-381, uma concessão agora com novos parâmetros, que vão facilitar uma concorrência bem-sucedida. Principalmente a redução dos riscos geológico e de engenharia, com a retirada de dois lotes que serão feitos com recursos públicos do Orçamento Geral da União”, explicou Renan Filho.

O trecho da BR-381 visitado pela comitiva do ministro vai de Timóteo a Ipatinga e está incluso entre os quatro contratos atualmente vigentes de manutenção de toda a rodovia, de Belo Horizonte a Governador Valadares. No total, os quatro contratos somam R$ 55,4 milhões em investimentos.

Ipatinga

Na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), em Ipatinga, o ministro dos Transportes assinou ordem de serviço para a manutenção da BR-116, entre Teófilo Otoni e Governador Valadares. O trecho contemplado tem 102 quilômetros, e se estende do acesso a Itambacuri ao entroncamento com as BRs-381/451, no viaduto contorno de Governador Valadares.

As obras incluem serviços de tapa-buracos, roçada, limpeza de dispositivos de drenagem, melhoria de sinalização e dos itens de segurança. A previsão de investimento é de R$ 30 milhões.

Melhorias em todo o estado

Para fortalecer a infraestrutura logística de Minas Gerais, o Governo Federal prevê investimentos de R$1 bilhão em 2024: são R$ 6 bilhões em investimentos públicos por meio do Novo PAC e R$ 62,8 bilhões em investimentos em 11 concessões (existentes e novas).

“Minas Gerais recebeu, em 2022, o último ano do governo anterior, R$ 226 milhões em investimentos na malha rodoviária federal. No ano passado, já fizemos mais do que o dobro disso; e, esse ano, vamos fazer mais do que R$ 1 bilhão na malha federal mineira”, afirmou Renan Filho.

Além disso, o Ministério dos Transportes pretende atingir a meta de elevar para 65% a quantidade de rodovias consideradas boas, de acordo com o índice de condição da malha rodoviária (ICM), em todo o estado.

“É inaceitável ver em Minas Gerais, um estado com essa potência econômica, a situação que as rodovias chegaram ao longo dos últimos anos, por falta de investimento. Agora, no governo Lula, as rodovias mineiras já começaram a melhorar e no final desse ano nós estaremos com a melhor qualidade da malha dos últimos seis anos”, finalizou o ministro dos Transportes.

Mobilidade BH

Siga o Mobilidade BH no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana de Belo Horizonte e Região Metropolitana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui