Maria Fumaça terá horários especiais durante todo o Carnaval

329
Maria Fumaça VLI
Foto: Divulgação/VLI
Publicidade

Durante os dias 17 e 21 de fevereiro, que compreendem o período carnavalesco, a Maria Fumaça, administrada pela VLI – companhia de soluções logísticas que opera terminais, ferrovias e portos -, terá horários ampliados para as tradicionais viagens ligando as cidades de São João del-Rei a Tiradentes e vice-versa, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Na sexta-feira (17) serão duas partidas de São João del-Rei, às 10h e 13h30, e outras duas de Tiradentes, às 11h e às 14h30.

Por sua vez, no sábado (18), domingo (19) e segunda (20) serão três viagens saindo de São João del-Rei, às 10h, 13h30 e 15h30, e outras três de Tiradentes, às 11h, 14h30 e 16h30. E, na terça-feira (21), serão dois passeios partindo de São João del-Rei, às 10h e 13h30, e outros dois de Tiradentes, às 11h e às 14h30. Para conferir a agenda completa com os horários do trem turístico, basta clicar aqui.

Passagens

A venda de passagens será feita por meio das bilheterias, nas estações de São João del-Rei e Tiradentes, bem como pela internet. Pela web, clique no link da Buson, para ser direcionado ao site responsável pela venda de passagens do trem turístico.

A tarifa inteira para ida é de R$ 70 e a inteira ida e volta custa R$ 80. A entrada é gratuita para crianças de 0 a 5 anos, mediante apresentação de certidão de nascimento ou carteira de identidade. Têm direito à meia-entrada (50%): crianças de 6 a 12 anos, com a apresentação de certidão de nascimento ou carteira de identidade; estudantes com carteirinha válida no período e identidade com foto; e pessoas acima de 60 anos, apresentando documento de identidade com foto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (32) 3371-8485.

Acervo ferroviário

Também será possível visitar o Museu Ferroviário e a Rotunda, localizados na Estação de São João del-Rei. O museu foi inaugurado em 28 de agosto de 1981, devido ao centenário da antiga Estrada de Ferro Oeste de Minas (EFOM). Ele conta a história da EFOM e reúne peças que foram utilizadas nessa ferrovia e em outras da mesma época. A visitação a esse que é o maior centro de preservação da história ferroviária do Brasil é gratuita. 

A Rotunda, por sua vez, tem uma arquitetura em forma circular e 25 linhas em seu interior convergindo para o girador manual localizado no centro do prédio. Ela faz parte do Museu Ferroviário. O ingresso possui um valor único de R$ 10 por visitante e pode ser adquirido nas bilheterias de São João del-Rei e Tiradentes.

Sobre a VLI

A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no país, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). Por três anos consecutivos presente no ranking 100 Open Corps – que reconhece o estímulo à inovação aberta –, a VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

Mobilidade BH

Siga o Mobilidade BH no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana de Belo Horizonte e Região Metropolitana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui