Aeroporto de Belo Horizonte se moderniza com seis novas rotas para diferentes destinos

988
BH Airport
Foto: Divulgação/BH Airport
Publicidade

O Governo de Minas lançou uma política para impulsionar conexões aéreas regionais, nacionais e internacionais por meio do fortalecimento do hub aéreo do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

O programa estabelece condições para empresas aéreas obterem redução da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), ou mesmo isenção, para abastecimento com querosene de aviação.

A Azul Linhas Aéreas é a primeira companhia a aderir à nova política estadual e passará a fazer voos diretos para duas cidades do estado americano da Flórida, Fort Lauderdale e Orlando, além de tornar-se a primeira companhia aérea brasileira a ter um voo direto para a ilha caribenha de Curaçao.

A Azul também iniciará operações de viagens diárias do Aeroporto de Belo Horizonte para Araxá e São João del Rei, além de Divinópolis ganhar voos diretos para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

A expectativa é que essa política leve as empresas aéreas a abrirem novas rotas no estado e potencializem o acesso de turistas, nacionais e internacionais, às cidades mineiras.

Azul Linhas Aéreas

A Azul é a maior companhia aérea do Brasil, com mais de 900 voos diários para 150 destinos, 300 rotas diretas, uma frota de 160 aeronaves e 14 mil tripulantes. Já opera voos internacionais em vários aeroportos do país e já opera regularmente em várias cidades de Minas Gerais.

Em 2022, a Azul implantou 13 novos destinos partindo do Aeroporto de Belo Horizonte, passando a contar com 108 voos diários em média para 50 destinos no Brasil. Além dos voos, a empresa possui um hangar de manutenção de aeronaves e um call center em Belo Horizonte.

Mobilidade BH

Siga o Mobilidade BH no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana de Belo Horizonte e Região Metropolitana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui